PESQUISA

Pesquisa personalizada

Fãs do blog

terça-feira, 15 de julho de 2008

ENTREVISTA ESPECIAL DA SEMANA





Marcelão( 32) apesar de sua criação de gatos é atleta profissional do PL Bikers Team e conta como esta sendo o começo de sua carreira com o apoio das bicicletas Scott.





MARCELÃO A QUANTO TEMPO VOCÊ PRATICA O MOUNTAIN BIKE?

"São 15 anos em PL e 23 na UK"

QUEM FOI SEU MAIOR INCENTIVADOR?

"No inicio em PL foi eu mesmo por que a primeira bicicleta mtb shimano foi a minha."

QUAL É O MODELO DE SUA NOVA BIKE?

"Scott Genius RC 10, a mais top ne tião".

A bike nova de marcelão(Foto)

COMO VOCÊ SE SENTE AGORA COM O PATROCINIO DAS BICICLETAS SCOTT?

"são vantagens e desvantagens. No momento agora estamos falando com a shimano e a sram."

O QUE FALTA PARA A SCOTT NA TEMPORADA 2008?

"O tião falta muita coisa. Faltam os freios, sistema de marchas e a suspensão, só tenho o quadro e as rodas".

É VERDADE QUE VOCÊ ESTÁ COM VERGONHA DA MANITOU SIX?

"six me deu muitos titulos mas a scott tem um termo no conrato q não permite ter produtos de 2 linha". Mas na verdade está.

NA SUA OPINIÃO QUAL ATLETA DE PL PODE AMEAÇAR SUA 8º VITORIA NO INTERCITY?

"O Truta da bike hibrida" Ele se refere ao cabeludo da caloi 10 que papou Lele em uma das edições anteriores.

COMO VOCÊ VÊ A EVOLUÇÃO DO MTB EM PL NOS ULTIMOS ANOS?

"Infelizmente em leve declinio. Alguns elementos fundamentais trocaram a bike pelas drogas"

MARCELÃO, MANDE UM RECADO PARA SEUS FÃS DE TODO O BRASIL.

para os meus fãs digo para não largarem o GALO NUNCA O GALO É MAIOR Q BURACO.
O que quer dizer "Nós somos campeões do gelo"



.........................................................

2 comentários:

Dalton Benks disse...

Falo viu Marcelão, Garoto Sonhador....
sonhando muito com o 3º Lugar do Iron Biker...
rsrsrsrsrsrsr
vou me espelhar em vc, ok....
um dia chego lá, heheheheheh...

plbikers disse...

O Tião...diga-lá...
Ce é gay,...Ce é gay q eu sei!!!!
...
Repete o refrão:
Ce é gay,...Ce é gay q eu sei!!!!

A esperança é que "Que o meio ambiente não seja visto como mais uma camada de dificuldade para o desenvolvimento, mas como a única forma do desenvolvimento ser de fato sustentável para todos os segmentos da sociedade."